Guia de Destinos | shanghai | china
    Fale conosco pelo telefone (11) 99854-4803 (11) 3496-2922 (13) 99717-9825
    ou no e-mail naubrasilis@uol.com.br
    Minha contaAcessar | Registrar

Câmbio

Acompanhe a cotação das moedas internacionais e planeje melhor sua viagem.

Carregando...
fechar

CONSULTA DE ORÇAMENTO/VOUCHER

Buscar
fechar

Acesse sua conta

E-mail/Login
Senha
Esqueceu sua senha?
Entrar
Clique aqui e fale direto conosco através do WhastApp ((11) 99854-4803)

Shanghai - China

Shanghai - China

Necessita de vacina contra Febre Amarela

Todas as nacionalidades (exceto Japonesa com período de 15 dias) precisam de visto para China Para maiores informações favor entrar em contato com a Schultz Vistos ou acesse o site: www.vistos.com.br

Idioma: Mandarim

Xangai, China

A maior cidade chinesa é também uma das mais prestigiadas do Oriente. Cosmopolita e vibrante, a região esbanja personalidade nas ruas, e o melhor: com infraestrutura turística de ótima qualidade e preços acessíveis.

Qualquer visita à China precisa ter no roteiro uma parada em Xangai. Não visitar esse destino é uma falha irremediável.

Atividades

O Shanghai Museum é ponto de partida para o visitante que deseja conhecer a cidade a fundo. Situado na Praça do Povo, o lugar é indicado para apreciar peças de arte antiga chinesa. Ao todo, são mais de 120 mil itens, entre peças de bronze, cerâmicas, mobiliário, moedas, pinturas e esculturas.

O Oriental Art Center é outro ponto de interesse. A construção foi erguida em formato de orquídea, em uma clara homenagem à natureza, e dispõe de teatro e salas de concertos.

Entre as chamadas “paradas obrigatórias” estão o Jardim Yuyuan e o Templo Budista de Jade. O primeiro, construído há quatro séculos, durante a dinastia Ming, é um famoso jardim clássico, com vários pavilhões, estátuas e lagos ornamentais, considerado um dos mais belos dessa região da China. O segundo é um dos mais recentes templos budistas chineses.

Gastronomia

Há muitos restaurantes consagrados em Xangai. Um deles é o Jade on 36, dentro do Hotel Pudong Shangri-La. O estabelecimento oferece uma das melhores vistas da cidade e um menu requintado, com pratos clássicos da gastronomia francesa.

Entre os restaurantes assinados por chefs renomados, destacam-se o Martín (Hengshan Lu), do espanhol Martín Berasategui, e o Jean-Georges (No.3 on The Bund), do francês Jean-Georges Vongerichten.

Para uma refeição típica, mas com toque jovem, o Whampoa Club (No. 3 Zhongshan Dong Yi Road) é uma ótima pedida.

Compras

Nanjing é a rua que liga a Praça do Povo ao elegante bairro de Bund. A região possui uma infinidade de lojas, das mais tradicionais às mais internacionalizadas. Para compras mais luxuosas, o centro comercial Plaza 66 é o ponto certo.

Outra área comercial é Xintiandi, com bares, restaurantes e muitas lojas. Por ser uma região turística, algumas lojas aproveitam para vender artigos a um preço mais elevado, mas vale o passeio.

No Mercado Dongtai, o visitante encontra porcelanas, peças de jade, bronze, madeira e quadros pintados à mão.

Como chegar

As companhias europeias são a melhor opção para quem viaja do Brasil direto para Xangai. Empresas como British Airways, Alitalia, Iberia, Lufthansa, KLM, Air France e a própria TAM oferecem operações para grandes centros que possibilitam ligação com o aeroporto de Xangai. A viagem é longa: mais de 30 horas, dependendo da conexão escolhida.

Melhor época

A melhor época para visitar Xangai é entre março e maio e setembro e novembro, quando as temperaturas são bastante agradáveis.

Informações adicionais

Moeda: renminbi

Visto: brasileiros precisam de visto para entrar na China

Saúde: não é obrigatória, mas recomenda-se tomar vacina contra febre amarela

Fuso horário: adiante o relógio em 11 horas

ROTEIROS QUE VISITAM SHANGHAI